Aprex Webmail e U ) *
Joinville - Quinta-feira, 21 de Março de 2019 - Santa Catarina


Newsletter
Para receber a Newsletter da Vidaverde, preencha o formulário abaixo.
Nome:
Profissão:
E-mail:
Desejo receber
newsletter
Desejo cancelar
recebimento das
newsletters

A prioridade da água

Apesar das denúncias - quase regulares - da imprensa, em Santa Catarina continuam sendo perpetrados verdadeiros atentados contra os mananciais que abastecem as cidades
24/03/2005 - Talvez por deter 20% das reservas mundiais de água doce, o Brasil continue sendo um país perdulário em seu consumo. A sociedade desconhece a importância do chamado "precioso líquido" e não sabe que em poucos anos, também no Brasil, a água se transformará num bem de elevado custo.

Em Santa Catarina, a questão é delicada. Os principais aglomerados humanos, como Joinville e Florianópolis, terão escassez de água, em razão de não existirem políticas públicas eficientes de preservação dos mananciais. Apesar da vigência de legislação específica, as principais áreas de nascentes em nossas cidades de maior densidade populacional continuam sofrendo a ação de predadores, que atuam de forma agressiva e estão comprometendo a curtíssimo prazo o fornecimento de água.

Mineradoras operando a céu aberto em áreas de preservação, ocupação irregular do solo, com instalação de núcleos habitacionais que poluem as fontes antes dos sistemas de captação, comprometimento do lençol freático e desvios irregulares para pequenas plantações são alguns dos problemas graves que se acumulam há décadas em torno das áreas de fornecimento de água para nossas cidades.

Apesar das denúncias - quase regulares - da imprensa, em Santa Catarina continuam sendo perpetrados verdadeiros atentados contra os mananciais que abastecem as cidades. Em Joinville, a questão da água é encarada como dramática para muitos ecologistas e ONGs que operam na cidade. De certa forma, já está comprometido o desenvolvimento da economia, pois impedem o estabelecimento de determinados tipos de indústrias, que consomem grandes quantidades do precioso líquido.

É certo que há muito desperdício, especialmente nas redes de distribuição de água em muitos municípios - em Joinville, é de 50% em razão da antiguidade dos canos e da falta de manutenção. Nesse sentido, o contrato com a Casan mostra agora seu pior saldo - e os riscos de colapso nos sistemas poderão ser revertidos com novos investimentos, como se projeta em Joinville.

Proteger os mananciais, contudo, é da máxima prioridade, em quase todas as cidades de Santa Catarina. É preciso que a sociedade se mobilize e tome consciência de que a situação é da maior gravidade e exige decisões na área governamental e política. Infelizmente, o que se assiste é a omissão imperdoável de muitos, apesar dos avisos e dos protestos de ecólogos e de ONGs voltadas ao meio ambiente. Há muito tempo entidades de proteção à natureza se manifestam sobre a delicada questão da água, mas até aqui, lamentavelmente, quase nenhuma repercussão essas manifestações obtém na população, que continua se mostrando pouco responsável no que tange à água, seu consumo e preservação das fontes abastecedoras.


Fonte: A Notícia / Opinião 22/03/2005





Semana do Meio Ambiente:
Colégio Energia e VidaVerde promovem 4ª edição da Casa Consciência
Projeto Casa Consciência
ganha Prêmio Expressão de Ecologia
Participe do Jantar do Dia da Árvore
Lançada cartilha sobre rio do Braço em Joinville
Terceira edição da mostra Casa Consciência abre Semana do Meio Ambiente

É o fim do mundo
A importância da camada superficial de solos para a sociedade brasileira
A devastação continua, incentivada
Tentativa de acordo sobre retirada de areia
Marketing sustentável

Projeto Casa Consciência muda atitude dos estudantes
Municípios não podem autorizar extração de areia em leitos de rios
Lançada Cartilha Ambiental
Programa Treinee em meio ambiente
ONG VidaVerde divulga trabalho na Semana do Meio Ambiente

Preocupações dos agricultores são legítimas
Poluição
Cota 40
Ocupação inteligente?
Cota 40

Rio do Braço precisa de atenção
Casa desperta consciência ecológica
Casa ecologicamente correta em exposição
Ong Vida Verde coordena a revitalização do rio do Braço
Entregue prêmio de ecologia


Não fique indiferente!

03/10 - 20:00
Palestra Loteamento Ecológico...
22/09 - 19:30
Jantar do Dia da Árvore...
21/09 - 14:30
Dia da Árvore – Enriquecimento da Mata Ciliar...
30/08 - 19:00
Lançamento da Cartilha Ambiental em Pirabeiraba...
20/06 - 03:07
Gestão Escolar e as Tecnologias Educacionais...
11/06 - 02:52
1º Encontro Ambiental Comunidade Ribeirão do Cubatão...
13/02 - 04:21
Audiência pública para tratar da questão do Morro do Boa Vista....
02/02 - 02:19
Cerimônia de posse do Prof. NÉLCIO LINDNER...
17/11 - 11:10
Palestra: Utilização da água da chuva...
17/11 - 11:08
Palestra: Adubação orgânica "Bocache" em orquídeas...

25/11 - 04:04
3º Simpósio da Defesa Civil...
19/10 - 11:45
Seminários de Áreas Prioritárias para as regiões Sul, Sudeste e Nordeste...
17/10 - 20:00
Palestra Loteamento Ecológico...
20/09 - 08:00
1º Congresso Brasileiro de Responsabilidade Socioambiental nas Instituições Financeiras...
12/09 - 04:42
Congresso Brasileiro de Comunicação Ambiental...
30/08 - 08:00
Gerenciando Resíduos Perigosos...
02/08 - 09:00
Curso de Elaboração de Projetos Sociais para Captação de Parceiros e Patrocínio...
26/07 - 05:29
Rede Brasileira de Agendas 21 locais...
25/07 - 14:00
Seminário de Capacitação em Educação Ambiental...
10/06 - 05:50
1º Encontro Sobre Democracia Ambiental e Controle Social ...



Assine o manifesto

Contribua com a VidaVerde
A VidaVerde se mantém com o apoio financeiro de seus associados, empresas e todos os que queiram contribuir...
Adesivo Vidaverde
Botons Vidaverde
Camisetas Vidaverde

Rio do Braço...
Caieiras...
Morro Boa Vista...

Nascentes: A caminho da salvação
Manguezal: A importância da preservação
Vidaverde: Faça parte
Boa Vista: Ligue por mim
Boa Vista: Joinville abraça este morro

Projeto do Parque do Boa Vista prevê preservação ambiental associada a lazer
Parque é primeira grande conquista



Política Copyright Mapa Ajuda Apoio